Guia turístico do cemitério mais antigo de SP, Francivaldo  começou a trabalhar como coveiro e hoje conta a história da cidade por meio de obras de arte e personalidades enterradas no Consolação, que é um verdadeiro museu a céu aberto. Clique na imagem e confira o depoimento.